Dia 84 —Gestos

1/ O desembargador Antonio Athlé mandou soltar o ex-presidente Michel Temer, preso em operação da Lava Jato na última quinta-feira. Na decisão, o desembargador argumenta que as acusações são antigas e que os suspeitos não estavam “atentando contra a ordem pública”, e que portanto não existiriam os elementos para justificar o uso de prisão preventiva. Temer responde a três processos por corrupção, ainda em andamento. (Veja / R7)

2/ A reforma da Previdência não tem nem 50 votos entre os deputados, afirmou o vice-presidente da Câmara em entrevista. Marcos Pereira ecoou as críticas à falta de articulação do governo, e comparou a situação com o governo Dilma: “É muito parecido. Política é diálogo, é atenção, são gestos. Não tenho visto nada disso”. (Estadão / Veja)

Redação