Dia 81 — A Boa Política

1/ O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, deixou a articulação da reforma da Previdência. O estopim da nova crise do governo foi uma postagem de Carlos Bolsonaro nas mídias sociais criticando Maia por não priorizar a aprovação do pacote anticrime de Moro. Em conversa com o ministro da Economia, Paulo Guedes, Maia desabafou: “Eu sou a boa política, não a velha política. Mas, se acham que sou a velha, estou fora”. Governistas também especulam que Maia esteja insatisfeito com a prisão de seu sogro pela Lava Jato, na mesma operação que prendeu o ex-presidente Michel Temer. (Veja / G1)

2/ Prosseguindo com sua agenda de privatizações, hoje o governo pôs a leilão quatro áreas portuárias, três em Cabedelo (PB) e uma em Vitória (ES), com valor mínimo simbólico de um real. No total, a previsão é privatizar 23 portos, aeroportos e ferrovias nos primeiros cem dias de governo. 60% dos brasileiros são contrários às privatizações. (Veja / R7)

Redação