Dia 65 — Chuva Dourada

1/ Bolsonaro gastou mais de um milhão de reais no cartão corporativo em dois meses de governo. A quantia é 16% maior que a média dos últimos quatro anos ajustada pela inflação. O governo não divulga onde exatamente o dinheiro foi gasto, alegando razões de segurança. Durante a transição de governo, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, defendeu o fim dos cartões corporativos. (Estadão)

2/ O presidente publicou um vídeo obsceno em seu perfil oficial no Twitter. Alvo de piadas e protestos durante o Carnaval, Bolsonaro criticou a festa divulgando o vídeo de um homem urinando em outro durante um bloco carnavalesco. A postagem chocou governistas, que consideraram a atitude do presidente inapropriada. A oposição, por sua vez, acusou a postagem de configurar os crimes de improbidade, por “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”; e de importunação sexual, por divulgar cenas de nudez sem consentimento. (Veja / Correio / DW)

Redação