Dia 52 — Ajuda Humanitária

1/ Nicolás Maduro fechou a fronteira da Venezuela com o Brasil. Tropas e veículos blindados impedem a entrada de ajuda humanitária de países hostis ao regime, que considera esses carregamentos um pretexto para uma invasão militar liderada pelos Estados Unidos. Os EUA vêm pressionando o Brasil a usar força militar para forçar a passagem de alimentos e remédios, mas até o momento a Defesa brasileira tem sido contrária à ideia. Já o governador de Roraima, Antonio Denarium, sugeriu que os bens sejam contrabandeados ao longo da fronteira. (Veja / Folha / G1)

2/ Parlamentares da bancada governista ameaçam bloquear a reforma da Previdência se não receberem verbas e cargos. De acordo com um colunista, os líderes partidários querem cerca de dez milhões de reais em emendas parlamentares para cada deputado, além da distribuição de cargos para seus aliados. Por enquanto, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já anunciou que a casa não irá tratar de nenhum projeto do Executivo antes do Carnaval. (O Globo / Folha)

Redação