Dia 32 — Renovação

1/ Mais da metade dos congressistas estão assumindo seu primeiro mandato na casa. Entre os deputados que tomaram posse hoje, metade nunca foi deputado antes. No Senado, o número correspondente é 85%. Muitos, porém, já tiveram outros cargos políticos. A bancada com o maior número de novatos é a do PSL, o partido de Bolsonaro, que elegeu 52 deputados e oito senadores. (Correio / G1)

2/ Em meio a discursos sobre a renovação política, Rodrigo Maia (DEM) foi reeleito para seu terceiro mandato consecutivo como presidente da Câmara dos Deputados. Deputado há mais de 20 anos, ele ocupa a presidência da Câmara desde 2016, quando Eduardo Cunha renunciou ao cargo em meio a um escândalo de corrupção. Considerado um hábil articulador político, Maia afirmou estar empenhado em possibilitar a aprovação da reforma da Previdência defendida por Bolsonaro. A eleição foi vencida com o apoio de 334 entre os 512 deputados. O segundo colocado, Fábio Ramalho, teve 66 votos. A eleição do Senado, altamente conturbada, foi adiada para o dia seguinte. (R7 / O Globo)

3/ Marco Aurélio negou o pedido de Flávio Bolsonaro por foro privilegiado. O ministro do Supremo Tribunal Federal considerou que como as condutas suspeitas do filho do presidente ocorreram antes de sua eleição como senador, ele pode ser julgado normalmente por instâncias inferiores ao STF. As investigações sobre Flávio Bolsonaro, que estavam suspensas aguardando essa decisão, agora podem continuar. (Veja / O Globo)

Redação